Tuesday, October 31, 2006

High society

A idéia é no mínimo inusitada e engraçada...mas sabe que faz sentido...

A maconha como solução para o Oriente Médio

Terça, 31 de outubro de 2006, 07h57
Wálter Maierovitch, do IBGF

Depois dos encontros "Pic-nic com Maconha", ocorrido em TelAviv, e "Paz e Drogas no Oriente Médio", em Jerusalém, aconteceu na última semana o "Joint Árabe-israelense", no famoso campus Beit Mayersdorf da Universidade de Jerusalém (Monte Scopus). O assunto: a questão da paz e as políticas de drogas para o Oriente Médio. A conclusão: a maconha e o haxixe seriam bons instrumentos para a construção da paz.
O evento foi organizado pelo partido político Ale-Yarok (Folha Verde), liderado por Boaz Wechtel. Além de estudantes, estavam presentes ativistas pela paz árabes e israelenses.
Para os organizadores e alguns ativistas, "na busca da paz na região, a maconha e o haxixe (hashish na língua hebraica - o haxixe é a resina extraída da folha e inflorescências da cannabis fêmea) têm papel fundamental, uma vez que aliviam tensões. As principais conclusões do encontro são as seguintes:
1- A maconha e o haxixe tornam as pessoas menos agressivas e dialogam com os espírito desarmado;
2- A legalização representaria um duro golpe contra o terrorismo, pois o tráfico de haxixe representa fonte de financiamento do Hezbolá.
3- A legalização do plantio de maconha ajudaria os agricultores da região que vêm experimentando prejuízos há anos.

Walter Fanganiello Maierovitch é colunista da revista Carta Capital e presidente do Instituto Giovanni Falcone (www.ibgf.org.br).
Terra Magazine

5 comments:

vivi said...

Ei, bem poderiam [im]plantar esse programa também no Ocidente! Imagine a grande nuvem sobre o globo, uma verdadeira bênção de Jah!

deni said...

Hahahahha....eu só fico me perguntando quem que teve essa idéia e a cara das criaturas quando ouviram isso!!! Hahahahaha Muito bala!!!

vivi said...

Podemos não saber ao certo quem foi o verdadeiro autor do projeto revolucionário, mas eu e vc conhecemos alguém[s] que bem poderia ser o embaixador dessa idéia! ;-D

amendokrem said...

Maravilha, eu apóio e queria que o projeto fosse imediatamente implantado aqui, assim poderia dar tapa na pantera todo o findí.

Nessita! said...

Até que a idéia não é de todo mal... Ia acalmar aquela turma terrorista irritada... Mas acho que a religião deles é contra e dificilmente eles aceitariam fumar um para relaxar. Ainda mais pela paz mundial. ha ha ha