Thursday, December 07, 2006

Lingüiças Away from Work

À medida que o ano de 2006 dá seus últimos suspiros, as Lingüiças sentem aproximar-se um evento ao mesmo temido e desejado: as férias. Os destinos escolhidos não poderiam ser mais variados. Deni parte logo após o Natal para mais uma temporada agitada no Reino Unido; Amendokrem e Lucky escolheram março, mês de temperaturas mais amenas, para conhecer a pátria de Camões; já Vivi e Hugh, animados com o resultado de um ano de malhação, optaram por um destino mais radical. No final de janeiro, com a imprescindível colaboração do CINDACTA I, chegam à serra da Bodoquena, onde ficam por cerca de dez dias.
À primeira vista, o futuro inspira alegria e comemoração, mas as três Lingüiças são incapazes de esconder certa apreensão. Conquanto tenham recebido o aval da equipe multidisciplinar que acompanha o caso, elas estão cientes de que os barbantes que as unem serão esticados bem além dos limites considerados seguros. As conseqüências são virtualmente imprevisíveis. Por isso, não estão descartados encontros em caratér emergencial para amenizar as fases mais críticas da experiência.
Caso nada disso seja necessário, as lingüiças devem estar outra vez reunidas em abril do ano que vem. Até lá, espera-se, elas terão recuperado as funções cognitivo-previdenciárias, seriamente afetadas desde o episódio conhecido como Madrid-Barcelona.
Não se ignora, porém, que o resultado pode ser exatamente o oposto. Exames prévios indicam que Deni manifesta certa tendência à reiteração do delito, fato esse que pode repercutir sobre o fragilizado psiquismo dos outros elementos do grupo. Amendokrem, que encerra o ano com uma cirurgia plástica reparadora, de fato já insinuou aos mais chegados que pretende inovar em 2007. Vivi, um caso ainda mais grave, não fala mais em serviço.
Hugh e Lucky, procurados pela redação deste noticioso, negaram-se a dar entrevista.

9 comments:

hugh said...

Ora, mas na Inglaterra a Deni pode usar o Web Space do hostel, em portugal a Amendokren pode segurar o rato para entrar no blog e em Bonito certamente haverá contato internético com a civilização. Fiquem calmas!

deni said...

Genial! (como sempre)
Alguém pode me explicar como eu vou sobreviver até abril sem vocês?? Se a corda esticar demais corremos o risco de a lingüiça se romper e o seu precioso conteúdo se espatifar no chão!
Eu proponho um Pacto pelo Embutido.
Devemos assumir aqui, de público, o compromisso de mandar notícias semanalmente (dentro das viabilidades técnicas), as quais (também dentro das viabilidades técnicas) serão repassadas aos queridos leitores. Que tal???

vivi said...

Hugh, já lhe disse hoje que você é o homem da minha vida?

vivi said...

Eu, Vivi, por meio deste comentário, subscrevo integralmente o Pacto pelo Embutido. Prometo honrar todos os seus termos, mantendo contato com as demais lingüiças durante o período em que estivermos afastadas. Outrossim, prometo manter atualizado o blog,publicando posts de relevante interesse para toda a comunidade lingüiço-salamense.

deni said...

A nossa legião de fãs e euzinha, agradecemos!
Ninguém falou, mas eu vou falar...sem falsa modéstia...eu tô um amor, não tô??? Coisa fofa!!

vivi said...

Mas, Deni, minha fofa, vc está está com ataque de rinite? Já notou como seu nariz tá cor-de-rosa?

deni said...

Não, é Renite, mesmo...sacou?! Rena..renite...hahahha

amendokrem said...

Funções cognitivo-previdenciárias, hahahahahaha...Isso eu acho que ainda não adquiri, logo, não perderei nada!

Lingüiças, minhas irmãs, eu prometo, com a mão direita sobre a Bíblia Sagrada e com a Cruz de Malta na esquerda, que mandarei e-mails quinzenais, quiçá semanais!

deni said...

Ah, agora sim, posso pegar as minhas malinhas e ir para as high-lands(onde é o meu lugar) descansada!