Tuesday, February 13, 2007

Lingüiça's Night Out - II Edição

A coisa toda sempre acontece dum jeito engraçado. Primeiro, foi difícil encontrar um dia em que todas as lingüiças pudessem se encontrar, porque andamos todas muito ocupadas, dando andamento aos projetos 2007. Demos um jeito nisso. Acertado o dia, parecia tudo resolvido. Mas aconteceu que Amendokrem havia trocado o celular e não me avisou, de modo que, de férias como estou, eu só conseguia ligar pra Deni, se quisesse entrar em contato com as lingüiças.
Na segunda, o dia D, eu estava ansiosa como noiva: liguei pra lingüiça anglófila e perguntei se estava tudo de pé. Uhum, disse ela, lá pelas sete e meia nos encontramos. No lugar de sempre? Ahã.
Bem antes disso, corri pro chuveiro. Às sete em ponto, eu estava pronta. Aí tive de ligar outra vez. Deni respondeu com uma voz mais baixa do que o normal, e algo constrangida. Ãh, er... será que podia ligar mais tarde? Poota, eu pensei, deu xabu.
Quase uma hora depois, nada da guria. Eu já estava inspecionando minhas unhas, decidindo o melhor cantinho pra começar a roer. Foi Amendokrem quem as salvou. Triiiiiiiiiiiiiiim! Amorota, a que horas vcs combinaram? E eu: ué, mas eu estou pronta, só esperando vocês! Certo, estou indo pra lá!
Cheguei ao Olaria e resolvi dar uma olhada nas lojas e no cinema, imaginando que alguma das lingüiças podia ter estar lá. Nada das bonecas. Saí do lugar, fui até a esquina, pra ver se encontrava alguém no meio do caminho. Nada também. Mas eis que, na entrada do shopping, finalmente eu a vi. Unhas dos pés pintadas de vermelho, cabeleira balouçando ao vento, Amendokrem aguardava as outras lingüiças. Queri, que saudade!
Tititi, tititi.
Mas e a Deni, hein?! Ai, guria, vc não sabe? ela está no curso de inglês. Ah, então foi por isso que a pobre me atendeu toda sem jeito. Eu a chamei de fófi, sabe?! Sério?
Tititi, tititi.
Mas ela tá demorando, né?! Uhum!
Tititi, tititi.
Uooooooooooi, gurias! Deni, onde vc tava? Eu tava sentadinha ali dentro, esperando vcs. E nós aqui fora. Uhum!
Fomos pro bar novo da República e escolhemos o canto dos não-fumantes. Não tinha ninguém ali dentro: o cenário ideal pra quem tinha vários dias de conversa pendentes.
Titititi. Tititi.
Mais um pouco de tititi.
Tudo muito bom, como sempre. A prosa, as risadas, os acepipes. Tiramos até fotas, aproveitando a tranqüilidade do recinto. Mas também dessa vez houve um porém, com perdão do pleonasmo.
Olhe, eu gosto de blues, quero dizer, não tenho nada contra. Mas o texano e sua filha [namorada?] loura tinham de ter a voz tão estridente? tinham de estar tão animados? tocar piano, guitarra, apresentar composições próprias? Hellooo! Melhor foi ir embora, antes que eles sacassem o banjo dos alforjes.

6 comments:

hugh said...

As três tem cérebro para tititi tititi, mas nenhuma delas usou para levar uma câmera e tirar uma fotoila do evento. Brincanagem...

deni said...
This comment has been removed by the author.
deni said...

Alguém pode me explicar porque o meu pescoço parece um sharpei nas fotos???

Antes de mais nada, velha é a sra. sua mãe!!!

vivi said...

Quem vc tá xingando, Deni???

Karen said...

Acho que ela tá assim dizendo que no caso de alguém achar que ela tá velha, porque o bicho tem mais prega que...deixa pra lá! Mas o casal "güeludo" tava empolgado demais, parecia até o programa do Raul Gil, até me deu vontade de cantar "pegue seu banquinho e saia de mansinho..."

deni said...

Huahuahuahuahuahuaha!!!